Empresa brasileira lança ‘nutritional yeast’ e BCAA vegano

Por Yuri Gonzaga

A VeganWay, fabricante de suplementos alimentares livres de ingredientes de origem animal sediada em Sorocaba (SP), lançou neste mês o primeiro BCAA vegano –conjunto de aminoácidos essenciais usados para recuperação muscular–  e o primeiro “nutritional yeast” (levedo nutricional) brasileiro.

O nutritional yeast, rico em vitaminas do complexo B, é usado principalmente na culinária americana como tempero para pipoca ou para receitas, e vem ganhando mais notoriedade nos últimos anos com o advento do veganismo, já que tem aroma e sabor que lembram queijos amarelos.

É possível fazer "parmesão ralado" vegano usando o levedo nutritional e castanhas de caju (foto: Flickr.com/sweetbeetandgreenbean, Creative Commons)
É possível fazer “parmesão ralado” vegano usando o levedo nutritional e castanhas de caju (foto: Flickr.com/sweetbeetandgreenbean, Creative Commons)

“Notamos muita carência no setor [alimentício, para os veganos] e quisemos desenvolver itens que, antes, só eram encontrados no exterior”, disse ao “Veg” Beto Loureiro, diretor de marketing da companhia.

O produto é relativamente barato nos EUA, mas, por aqui, o importado sai por cerca de R$ 130, em um pote de 284 g (resultando em R$ 458 por quilo). O nutritional yeast da VeganWay está sendo vendido por R$ 70 num recipiente com 200 g (ou R$ 350/kg).

A diferença entre o levedo ou levedura de cerveja encontrado nas lojas de produtos naturais, de suplementos e cerealistas por aqui é o processo de fabricação, já que o micro-organismo (Saccharomyces cerevisiae) é o mesmo.

O nutritional yeast da VeganWay é cultivado sobre cana-de-açúcar (análoga à beterraba usada pelos americanos) em vez de no mosto de cerveja. “Claro que cada marca tem seu segredo de fabricação, o que acaba modificando a textura e o sabor”, diz Loureiro.

Saccharomyces cerevisiae, que pertence ao reino Fungi, é a cultura usada amplamente na indústria para crescer pães e para fermentar cereais (cevada, por exemplo) na produção de bebidas alcoólicas.

Uma porção de 15 g do produto tem 100% da quantidade diária recomendada das vitaminas B12 (iei!), B1, B2, B3, B6, B12 e B9, além de alguns minerais (veja na imagem abaixo), e sódio praticamente nulo. Então pode ser usado como uma alternativa às cápsulas de suplemento vitamínico.

nutritional

AMINOÁCIDOS

O BCAA (sigla para aminoácidos de cadeia ramificada que contempla a leucina, a isoleucina e a valina) é muito usado por quem malha e por outros esportistas por evitar catabolismo (uso pelo corpo de massa magra como fonte de energia) e promover recuperação muscular.

O diferente do produto da VeganWay para os convencionais encontrados no mercado é a proporção de aminoácidos, de 12 partes de leucina para cada uma de isoleucina e de valina. Segundo Loureiro, é uma formulação que promove mais ganho em músculos do que a 2:1:1, mais frequente, e outras combinações.

A matéria-prima dos aminoácidos é milho, que é fermentado no processo.

O pote com 250 g do suplemento está sendo vendido por R$ 100.

"Branched-chain amino-acids", o conjunto de leucina, isoleucina e valina é usado como suplemento por atletas para evitar perdas musculares e promover recuperação (Divulgação)
“Branched-chain amino-acids”, o conjunto de leucina, isoleucina e valina é usado como suplemento por atletas para evitar perdas musculares e promover recuperação (Divulgação)
Levedo nutricional da VeganWay, enriquecido com vitamina B12 (Divulgação)
Levedo nutricional da VeganWay, enriquecido com vitamina B12 (Divulgação)